x
  • Olá, o que deseja buscar?

Notícias atualize-se e recomende!

Instalação de usinas nucleares no nordeste será tema do 2º. Energycon 26/08/2009

 


Há cerca de duas semanas, foi inaugurado no Recife o primeiro escritório regional da Eletronuclear, que coordenará os estudos para seleção dos locais de construção das usinas nucleares no Nordeste. A previsão é de que as obras para construção das primeiras usinas nucleares comecem no ano de 2012. A primeira fase do projeto de expansão nuclear no Nordeste consistirá na identificação dos possíveis locais para instalação das usinas. A previsão é de que, até o fim do primeiro semestre de 2010, sejam divulgadas as cidades selecionadas.   

            Pelo projeto, serão construídas inicialmente duas usinas nucleares no Nordeste, um investimento de até R$ 12 bilhões.  Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia despontam como candidatos para receberem esse investimento. Pelo menos duas cidades em cada um dos quatro estados serão selecionadas. Um dos requisitos já definidos é que as cidades que receberão as usinas sejam localizadas no litoral, pois as usinas necessitam ficar próximas a locais com bastante água, para o resfriamento dos reatores. As cidades que são banhadas pelo Rio São Francisco ficaram descartadas em razão do ato grau de politização dos recursos da região, segundo já confidenciou o Presidente da Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro (em entrevista para o Diário de Pernambuco, de 23.08.09). Uma vez selecionadas, segundo critérios técnicos, as cidades litorâneas do Nordeste que tenham condições para o recebimento das usinas, a escolha política sobre os locais definitivos caberá ao Senado Nacional, em razão de exigências legais. A previsão é que as duas usinas comecem a operar em 2019 e 2021.     

            A fim de discutir esse tema, foi incluído na programação do ENERGYCON II – 2º. Congresso de Direito da Energia, uma mesa redonda sob o título “Expansão da geração de energia nuclear no Brasil”. Dentre os componentes da mesa, que participarão dos debates, já estão confirmadas as presenças de Othon Luiz P. da Silva, Presidente da Eletronuclear, Alfredo Tranjan Filho, Pres. da INB – Indústrias Nucleares Brasileiras, Odair Dias Gonçalves, Pres. da CNEN - Comissão Nacional de Energia Nuclear, Maurício Tolmasquim, Pres. da EPE – Empresa de Pesquisa Energética, Altino Ventura, Secretário de planejamento e desenvolvimento energético do MME e Antonio Muller, Pres. da ABDAN-Associação Brasileira para o Desenvolvimento de Atividades Nucleares. O moderador da mesa será Carlos Mariz, Prof. da UFPE e assessor da Presidência da Eletronuclear.

            Maiores informações sobre o 2º. ENERGYCON podem ser obtidas através do telefone (81)34125156 (à tarde) ou no site: www.imp.org.br/energycon2   
Nós usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência.